Qual a importância do aquecimento?

“O aquecimento é tanto mais indispensável quanto mais intenso for o esforço físico”

O principal objectivo é preparar o organismo para a atividade física, seja em treinos, em competição ou em lazer. Também tem um papel importante na prevenção de lesões.

O retorno à calma, garante que o retorno venoso ao coração é mantido em quantidades significativas de sangue dos músculos que trabalharam anteriormente. De uma forma geral poderá estar dividido em duas partes: o geral deve possibilitar o funcionamento activo do organismo como um todo,a corrida é um bom exemplo. O específico utiliza exercícios para uma determinada actividade/modalidade desportiva. Os exercícios devem utilizar a musculatura exigida no desporto que será feito em seguida.

Principais objetivos:

- Obter um aumento da temperatura corporal, da temperatura da musculatura e preparação do aparelho cardiovascular e pulmonar para o desempenho da actividade.

- Elevar a temperatura corporal, pois ao atingir a temperatura ideal, as reacções importantes para o desempenho motor ocorrem nas proporções adequadas para aquela determinada actividade.

- O aumento da irrigação dos tecidos garante um melhor suprimento de oxigénio e substratos aos tecidos.

- Quando o metabolismo está alto, torna as reacções químicas mais rápidas e eficientes.

- No lado preventivo, o aumento da temperatura resulta numa diminuição da resistência elástica e da resistência do atrito.

- A musculatura, os ligamentos e os tendões tornam-se mais elásticos, tornando-se menos susceptíveis a lesões ou rupturas.

- Existem também modificações importantes ao nível das articulações. As articulações aumentam a produção do líquido sinovial – líquido que fica dentro das articulações – tornando-se mais resistente à pressão e a força.

Fatores que influenciam o aquecimento

Idade: variação do tempo e da intensidade de acordo com a idade. De um modo geral, quanto mais velha é a pessoa, mais cuidadoso e gradual deve ser.

Estado de treino: quanto mais treinada é a pessoa mais intenso deve ser. Deve ser ajustado para cada pessoa e para cada modalidade.

Disposição psíquica: A falta de motivação reduz os efeitos.

Período do dia: pela manhã deve ser mais gradual e ligeiramente mais longo. Durante a tarde o deve ser mais curto. Já a noite deve ter características similares ao da manhã.

Modalidade desportiva: deve ser realizado de acordo com a modalidade praticada. Neste ponto ainda devemos prestar atenção as características individuais do desporto.

Temperatura ambiente: em climas quentes deve ser mais curto. Em dias frios e chuvosos o aquecimento deve ser mais prolongado.

Timing: O intervalo ideal entre o seu final e o início da actividade é de 5 a 10 minutos. O seu efeito dura de 20 a 30 minutos. Após 45 minutos, a temperatura corporal já tomou a sua temperatura de repouso.

Em síntese, a duração do aquecimento e do retorno à calma depende de vários factores, incluindo o tipo de atividade exercida durante o período principal de treino, o nível de intensidade dessas atividades, a idade e o nível de aptidão do participante. Em geral, a duração de cada uma destas fases são variáveis, podendo durar entre 10-25 minutos e de 5-10 minutos, respectivamente.


Artigos relacionados

Mais artigos de exercício físico

Sobrecarga no treino

Sobretreino. Como evitar.



Regressar de Aquecimento para Guia-Fitness