Ritmo cardiaco

by Carla
(Aveiro)

Gostaria de saber se é possível o meu ritmo cardíaco em esforço ser diferente se estiver a fazer exercício numa bicicleta fixa ou numa elíptica.

Coloco esta questão porque sei que o meu ritmo deveria ser entre 70 e 85 % da FC máxima de esforço.
Na elíptica consigo manter, mesmo aumentado o nível do exercício, na bicicleta não consigo passar dos 65% a 70% da FC, só consigo aumentando o ritmo mas fico demasiado cansada e não faço mais do que 10 a 15m pois fico mesmo ofegante.
Estou a fazer dieta à 3 meses comecei gradualmente com 15m,.. e agora faço 45m e queria variar entre um aparelho e outro mas assim não consigo (pois para perder gordura deveria fazer entre 70 e 85 % da FC.
Pode-me esclarecer?
Obrigada.

Resposta

Olá Carla,

Obrigado pela sua pergunta. Irei fazer algumas considerações relativamente à frequência cardíaca (FC) no exercício físico, mas antes, e para responder directamente à sua questão, mesmo não conhecendo o seu passado de actividade física, idade, FC de repouso, etc., julgo que o problema está relacionado com fadiga local dos músculos envolvidos no esforço – quadricípete. Porquê não sucede na elíptica? O esforço é mais repartido pelo corpo, esta envolve tanto os membros superiores como os inferiores.

Porque o coração acelera durante a actividade física? Porque o corpo lhe pede oxigénio (e outras coisas) para as actividades metabólicas.

Um dos melhores feedbacks que poderemos ter do
nosso coração quanto ao seu estado, é a velocidade pela qual retorna aos valores iniciais após cessar o esforço. E quanto mais depressa regressar aos valores de repouso, mais preparado estará o nosso sistema cardiocirculatório para tolerar altos níveis de stress, inclusive os da vida quotidiana.

A boa notícia é que pode alterar a situação na bicicleta! Como? Continuando a treinar! A Carla certamente já reparou que o seu coração está mais lento desde que pratica exercício físico . Algo errado? Não! Antes pelo contrário, esse é um factor benéfico. Essa é resposta cardíaca que se espera.

E porque trabalha menos? E este é o ponto principal para a Carla. Porque o seu corpo vai-se adaptando ao tipo de esforço ao qual está submetido e isso faz com que cada uma das partes envolvidas vá aperfeiçoando os diferentes sistemas ao ponto, inclusive, de utilizar menos quantidade de fibras musculares, para realizar um esforço idêntico, e claro está, também de energia.

Isso implica menor necessidade de oxigénio por minuto e por isso o coração torna-se mais lento, uma vez que não necessita de expulsar tanto sangue como nos no início (que é como se sente neste momento na bicicleta).

Em síntese, continue a treinar (seja persistente) que vai alcançar o seu objectivo. Não fique obcecada com as zonas alvo! Treine, tire prazer desse facto, que desse modo vai chegar ao seu objectivo.

Espero ter sido esclarecedor.


Click here to post comments

Join in and write your own page! It's easy to do. How? Simply click here to return to FAQ.